2008-09-08

Subject: Abraços acalmam chimpanzés ansiosos

 

Abraços acalmam chimpanzés ansiosos

 

 

Dificuldades em visualizar este email?

Consulte-o online!

Se tivermos acabado de ter uma grande discussão com alguém não há nada melhor para nos confortar e consolar que o abraço de um bom amigo.

E agora um estudo realizado no Chester Zoo no Reino Unido vem mostrar que os chimpanzés sentem o mesmo.

O estudo é considerado a primeira prova de que o consolo em primatas, como abraços e festas, pode reduzir os níveis de stress depois de uma briga.

O comportamento pode indicar a existência de algum nível de empatia, disse Orlaith Fraser no British Association Science Festival. "Não podemos dizer com certeza o que se passa na cabeça de um chimpanzé, apenas podemos deduzir do seu comportamento o que se passa", disse o investigador da Universidade John Moores de Liverpool.

"Dado que o comportamento está realmente a reduzir o stress e está a ser oferecido por um parceiro importante, parece lógico que seja uma expressão de empatia."

Fraser passou 18 meses a observar 22 chimpanzés adultos no Chester Zoo. A equipa analisou de perto o que se passava imediatamente após os animais terem um desentendimento, como por exemplo uma disputa de comida, por um parceiro ou apenas por um local para se sentarem.

Em cerca de 50% dos casos, a vítima na luta era consolada por outro membro do grupo. Este acalmar era sempre feito por um amigo chegado, um chimpanzé com o qual a vítima brincava ou partilhava alimento regularmente.

 

O consolo normalmente tomava a forma de um beijo ou abraço, uma sessão de tratamento do pêlo ou de brincadeira.

Os cientistas conseguiam que esta actividade tinha um efeito na redução do nível de stress, indicado pelo regresso do animal vitimizado às actividades normais de cuidados pessoais.

"Esta 'preocupação simpática' também já tinha sido observada em gorilas, bonobos, cães e mesmo em corvos, mas é este efeito calmante que ocorreu com os chimpanzés do Chester Zoo que é considerado novidade.

"Se estes chimpanzés são realmente motivados por empatia para consolar as vítimas de agressão, eles têm que primeiro ser capazes de reconhecer que a vítima está perturbada e depois têm que saber o que fazer para agir em conformidade", diz Fraser.

"Isso é algo que frequentemente se pensa ser uma característica única dos humanos, logo compreender a ligação entre o consolo e a redução de stress em chimpanzés é um importante passo em direcção à compreensão de se estes primatas são capazes desse nível de empatia." 

 

 

Saber mais:

Macacos compreendem o conceito de dinheiro

Chimpanzés praticam autocontrolo

Abraços para evitar conflitos

 

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

simbiotica.org  |  Arquivo Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2008


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com