2008-06-16

Subject: Aranhas artísticas capturam presas com luz

 

Aranhas artísticas capturam presas com luz

 

 

Dificuldades em visualizar este email?

Consulte-o online!

Os cruzamentos, zig-zags e espirais tecidos por algumas aranhas há muito que têm intrigado os observadores de teias.

No entanto, essas decorações aparentemente supérfluas decorações podem ser armadilhas que utilizam a luz para atrair as presas, revelou um novo estudo sobre aranhas australianas.

"Nós realmente queríamos descobrir porque motivo as aranhas estão a fazer um investimento substancial na decoração das suas teias", refere o co-autor do estudo Dieter Hochuli, da Universidade de Sydney, Austrália.

Alguns peritos têm sugerido que os feitios das teias têm como intenção assinalar a presença da teia para que os animais de grande porte não choquem com elas, outros consideram que é para atrair as presas.

O estudo surge na edição deste mês da revista Biological Journal of the Linnean Society.

Muitas espécies de flores reflectem a luz ultravioleta, que os insectos utilizam para identificar as fontes de alimento. Se as teias de aranha reflectirem a mesma luz, isso sugeriria que as teias estão a imitar as propriedades das flores, enganando os insectos de forma a aproximarem-se.

Hochuli cobriram teias de de aranhas de cruz de Saint Andrew em jardins perto da Universidade de Sydney com um plástico filtrador de ultravioleta. Seguidamente analisaram que insectos foram capturados diariamente tanto nas teias filtradas como nas não filtradas.

 

Moscas, abelhas, vespas e mosquitos eram todos capturas comuns tanto em teias filtradas como não filtradas. Em teias filtradas, o número total da maioria das espécies diminuiu e os mosquitos, que não vêm luz ultravioleta, não foram afectados pelos filtros.

A equipa concluiu que as teias podem, essencialmente, estar a fazer uma "armadilha de luz", em que a reflexão nos filamentos da teia atraem os insectos que passam para a morte.

"É interessante que as teias [decoradas com cruzes] eram um pouco mais sofisticadas do que primeiro se pensava", diz Hochuli. "As aranhas parecem estar a explorar a sensibilidade de algumas das presas à luz ultravioleta em particular. Quando filtrámos diferentes componentes do espectro visual das teias … alterámos dramaticamente a taxa de captura de presas."

Catherine Craig, entomologista da Universidade de Harvard mas que não esteve envolvida no estudo, diz: "Isto confirma que a investigação que fiz anteriormente no campo e no laboratório. As decorações reflectoras de ultravioleta tecidas por esta espécie parecem atrair as presas."

O próximo passo é explorar o efeito do padrão da decoração, conclui ela. 

 

 

Saber mais:

Aranha aquática tece o seu próprio tanque de oxigénio

Tarântulas segregam seda através das patas

Um grande salto para as aranhas voadoras ...

As teias de aranha e a evolução

Aranhas-lobo recordam o primeiro amor 

 

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com