2008-03-23

Subject: Dinheiro compra felicidade

 

Dinheiro compra felicidade

 

  Dificuldades em visualizar este email?

Consulte-o online!

Uma adivinha: és infeliz sem ele mas uma vez que o tenhas, serás mais feliz se o ofereceres a outros. O que é?

A resposta, de acordo com um estudo publicado esta semana na revista Science, é o dinheiro. Quanto mais dinheiro as pessoas doarem a caridades e a amigos, mais felizes tender a ser.

“Nós já tínhamos compreendido que a felicidade e o dinheiro andavam de mãos dadas", diz Robert Biswas-Diener, psicólogo do Centro de Psicologia Positiva Aplicada de Coventry, que não participou nesta investigação.

É sabido, por exemplo, que quanto mais as pessoas ganham, mais felizes, em média, são (ainda que este efeito seja espantosamente pequeno, especialmente em pessoas que que têm dinheiro suficiente para satisfazer as suas necessidades básicas). “O nível seguinte é perguntar: que quantidade de felicidade compra realmente? De que forma pode comprar a felicidade?"

Para analisar estas intrigantes questões, Elizabeth Dunn, psicóloga da Universidade da Colúmbia Britânica em Vancouver, perguntou a várias pessoas quanto ganhavam e como gastavam o seu dinheiro e até que ponto eram felizes.

Na sua amostra de 632 americanos, a equipa de investigadores descobriu que uma média de perto de 10% dos orçamento mensal era gasto no que Dunn qualifica como “gastos pró-sociais", ou seja, presentes para outros e doações para caridade. Os níveis globais de gastos não estavam relacionados com a felicidade mas os gastos pró-sociais estavam. O efeito de gastar um dólar com outras pessoas era semelhante em magnitude a ganhar um dólar extra de rendimento.

Seguidamente os investigadores compararam a felicidade de 16 empregados antes e depois de receberem um bónus salarial dos seus patrões e, novamente, aqueles que gastavam uma fracção maior dos seus bónus com outras pessoas eram mais felizes.

Estes dois estudos deixaram em aberto a questão se gastar mais dinheiro com os nossos amigos nos faz realmente mais felizes ou se pessoas felizes gastam mais dinheiro com os amigos.

 

Por isso, uma manhã os investigadores deram a 46 estudantes universitários um envelope com $5 ou $20 e indicaram-lhes que gastassem o dinheiro consigo próprios ou com amigos. No final do dia, os estudantes que tinham dado o seu dinheiro estavam mais felizes que os estudantes que o tinham gasto consigo próprios. A quantidade de dinheiro que tinham recebido e gasto não tinha qualquer efeito na sua felicidade.

"Não estamos aqui a falar do Bill Gates doar milhões de dólares para caridade, estamos a falar de quantias relativamente modestas de dinheiro", diz Dunn, "todos conseguem dar um pouco mais do que actualmente fazem."

A triste ironia acerca do dinheiro, diz Dunn, é que quando as pessoas o começam a ver como uma rota para a felicidade, têm menor probabilidade de o dar.

"Acho que é um estudo fascinante", diz Biswas- Diener. Ele salienta, no entanto, que o estudo de Dunn foi concebido de uma forma que não destrinça que quantidade de dinheiro as pessoas precisam de gastar para optimizar a sua felicidade. “Funciona com as pessoas pobres da  mesma forma que para as pessoas ricas?"

Um estudo publicado em Dezembro pelo Centro de Filantropia da Universidade do Indiana relata que as pessoas pobres contribuem com uma percentagem maior do seu rendimento anual para caridade que os indivíduos mais ricos, mas até que ponto isto as faz felizes ainda não se sabe.

Estudos a nível europeu sugerem que doações voluntárias de dinheiro não devem ser o maior determinante da felicidade: os americanos estão no topo da lista quando se trata de doações para caridade per capita mas ficam para trás de países como a Holanda ou o Reino Unido quando se trata de felicidade. 

 

 

Saber mais:

Olhos do Big Brother aumentam a honestidade

Confiança engarrafada?

A verdadeira razão porque gostamos de descompor outros

Feições assimétricas associadas a agressividade

 

Earth Hour 2008 - apague a luz e ilumine as consciências!

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

simbiotica.org  |  Arquivo Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2008

Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com