2008-03-11

Subject: Macacos desafiam a teoria da linguagem

 

Macacos desafiam a teoria da linguagem

 

  Dificuldades em visualizar este email?

Consulte-o online!

Os investigadores descobriram que os macacos combinam chamamentos para os tornar mais significativos, da mesma forma que os humanos o fazem.

Espera-se que o estudo da Universidade de St Andrews forneça uma nova perspectiva sobre a evolução da linguagem humana.

Os investigadores registaram os chamamentos de alarme de macacos narigudos Cercopithecus nictitans na Nigéria e notaram que eles combinavam sons para aparentemente fazer passar diferentes significados.

Pensava-se que os macacos apenas conseguiam criar novos sons para comunicar e não eram capazes de construir 'frases' combinando sons já existentes.

Os cientistas tinham pensado que a combinação de chamamentos, como característica humana, apenas surgiu devido ao reportório de sons se ter tornado demasiado grande. No entanto, os macacos narigudos apenas têm um pequeno número de sons, revelam os cientistas.

Klaus Zuberbühler, da Escola de Psicologia da Universidade, refere: "O nosso estudo revelou alguns paralelos muito interessantes no comportamento vocal dos macacos da floresta e esta característica crucial da linguagem humana."

"A dada altura, de acordo com a teoria vigente, tornou-se mais económico para os humanos combinar elementos de comunicação já existentes, em vez de acrescentar novos a um reportório de sons já de grande dimensão."

 

"Mas esta teoria baseia-se na noção de que os sinais apenas começariam a ser combinados depois de o seu número ter crescido o suficiente. O nosso estudo mostra que estas assumpções podem não estar correctas."

Em 2006, investigadores da Universidade de St Andrews descobriram que os macacos produziam diferentes séries de chamamentos de alarme como forma de distinguirem a que tipo de predador estavam a responder.

Este último estudo fornece evidências de que os diversos chamamentos podem conter pelo menos três tipos de informação: o acontecimento testemunhado, a identidade do emissor do chamamento e se ele tenciona deslocar-se, todos eles reconhecidos pelos outros macacos. 

 

 

Saber mais:

Gene moderno da fala encontrado no Homem de Neanderthal

Adeus a papagaio famoso

Zona responsável pela linguagem no cérebro revisitada e revista

 

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

simbiotica.org  |  Arquivo Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2008

Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com