2007-12-11

Subject: Protocolo de Quioto faz 10 anos em Bali

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, a Rede Simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

Mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta imensa rede!

 

Em destaque:

Protocolo de Quioto faz 10 anos em Bali

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo

Ao mesmo tempo que decorriam as celebrações para assinalar o décimo aniversário do Protocolo de Quioto, discussões sobre se o seu sucessor será um acordo maior e melhor intensificaram-se em Bali, Indonésia.

Mais de 10 mil delegados de perto de 190 nações estão reunidos na ilha de Bali para discutir os detalhes do que virá a seguir aos Protocolo de Quioto após 2012 e para chegar a um acordo acerca do rumo das negociações sobre o 'filho de Quioto' nos próximos dois anos.

Segundo o Protocolo de Quioto, criado a 11 de Dezembro de 1997, 36 países desenvolvidos comprometeram-se a cortas as emissões de gases de efeito de estufa em cerca de 5% abaixo dos níveis de 1990 no período 2008–2012. 

Mas com o crescimento de mais de 30% nas emissões de dióxido de carbono globais entre 1990 e 2005, as nações signatárias não têm grande probabilidade de atingir esses objectivos.

Grupos ambientalistas e a União Europeia estão a apelar a uma redução mais forte de 25% a 40% nos gases de efeito de estufa abaixo dos níveis de 1990 até 2020 a ser incluída no acordo que se pretende atingir em Bali. Este objectivo é mencionado no rascunho do texto do acordo.

Esses números pretendem ser uma orientação para discussões futuras sobre reduções vinculativas nas emissões, diz Yvo De Boer, secretário executivo da Convenção sobre Alterações Climáticas das Nações Unidas. Os objectivos reais não serão alvo de acordo nesta reunião, deverão ser estabelecidos em 2009, segundo ele. Mas um grupo de países, incluindo Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão opõem-se à inclusão deste intervalo específico no produto final da conferência de duas semanas, mesmo que apenas como indicador.

 

A remoção de qualquer compromissos vinculativos sobre a redução das emissões pode colocar todo o acordo em terreno pouco firme, com as nações em vias de desenvolvimento a exigir que os países mais industrializados demonstrem uma liderança forte no combate às alterações climáticas.

"O espírito de Quioto está a morrer", diz Kimiko Hirata da Kiko Network, uma organização não governamental japonesa dedicada à implementação do Protocolo de Quioto.

Durante esta semana, os cientistas alertaram os delegados para o facto de se não se conseguir reduzir as emissões para um nível comparável ao proposto no rascunho de acordo resultaria provavelmente numa subida da temperatura de mais de 2ºC, reconhecida como o ponto de viragem em direcção a alterações climáticas 'perigosas'.

Apenas um dia após o Painel Internacional sobre as Alterações Climáticas e Al Gore terem recebido formalmente o Prémio Nobel da Paz pelo seu trabalho sobre as alterações climáticas, “os delegados em Bali parecem estar a afastar-se da ciência", comenta Alden Meyer, da Union of Concerned Scientists dos Estados Unidos.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, e outras figuras conhecidas vão começar a dirigir-se à sessão plenária a partir de hoje, esperando-se que o acordo seja alcançado no final da próxima sexta-feira. 

 

 

Saber mais:

Convenção climática das Nações Unidas

Gore faz apelo climático aos Estados Unidos e à China

 

Comentar

Busca Imprimir  

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2007


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com