2007-11-15

Subject: Produzidas células estaminais de macaco

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, a Rede Simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

Mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta imensa rede!

 

Em destaque:

Produzidas células estaminais de macaco

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

Os investigadores criaram pela primeira vez embriões clonados de primatas e usaram-nos para formar linhagens de células estaminais embrionárias. Esta proeza provocou imediatamente especulações acerca da possibilidade de um sucesso semelhante ocorrer com humanos e abrir a porta à clonagem terapêutica.

As células estaminais embrionárias têm a capacidade de se diferenciar em qualquer célula do corpo logo têm um potencial tremendo em termos de terapia. Se forem retiradas de um embrião clonado a partir de um paciente, tal como foram a partir de macacos, são geneticamente compatíveis, evitando a rejeição imunitária.

A comunidade científica já antes pensou que tinham sido criadas células estaminais embrionárias de humanos: em Fevereiro de 2004, Woo Suk Hwang, então da Universidade nacional de Seul na Coreia do Sul, alegou ter criado linhagens de células estaminais a partir de embriões humanos clonados mas os seus resultados tinham sido forjados, descobriu-se posteriormente. O único animal, até agora, onde se tinha conseguido criar linhagens de células estaminais embrionárias era o rato.

O feito em primatas "é como quebrar a barreira do som", diz Robert Lanza, do Advanced Cell Technology de Los Angeles, Califórnia.

Apesar da rápida sucessão de clones surgidos após a criação de Dolly em 1997 ter dado confiança ao campo da clonagem, fracassos continuados na clonagem de embriões humanos ou de macaco fez regressar o pessimismo. O investigador na clonagem de primatas Gerald Schatten afirmou em 2003, depois do seu estudo de 716 zigotos de macaco não ter conseguido produzir um clone, que poderia mesmo ser impossível. "Com as abordagens actuais, pode ser difícil produzir um clone de primatas não humanos com a transferência nuclear e a clonagem reprodutiva pode ser inatingível."

Em 2004, Schatten disse que tinha tinha avançado alguma coisa com embriões primatas mas não produziu uma linhagem de células estaminais ou gravidezes bem sucedidas. (veja Biologists come close to cloning primates).

Uma equipa liderada por Shoukhrat Mitalipov, da Oregon Health and Science University de Portland, vinha a tentar há uma década a clonagem reprodutiva em primatas, tendo já usado 15 mil zigotos no processo. Depois dos resultados de Hwang se revelarem fraudulentos, o grupo decidiu passar da clonagem reprodutiva para a criação de uma linhagem de células estaminais embrionárias, em teoria um objectivo mais fácil.

No Outono passado, os investigadores tiveram ilusões quando um embrião clonado, criado pela inserção do núcleo de uma célula de pele de macaco num zigoto de macaco, produziu o que pareciam ser células estaminais viáveis. Após uma semana, verificaram que as células começaram a diferenciação de forma descontrolada, perdendo a sua natureza totipotente.

Mas em Janeiro de 2007, já tinham outra linhagem que reteve as suas capacidades totipotentes e mais outra poucos meses depois. Estes resultados foram publicados na revista Nature. David Cram, da Universidade Monash em Victoria, Austrália, confirmou de forma independente os resultados publicados.

 

Mitalipov atribui o seu sucesso a uma máquina chamada Oosight, que lhes permite visualizar as estruturas no zigoto que contêm DNA, facilitando a sua extracção, o primeiro passo na transferência nuclear. Convencionalmente, os investigadores têm usado o corante Hoechst e luz ultravioleta para localizar e remover o DNA do zigoto mas Mitalipov descobriu que tanto o corante como a luz danificavam o zigoto.

Schatten apelida o trabalho de "feito altamente significativo" mas alerta para uma "taxa de sucesso ainda muito baixa". Mitalipov produziu apenas duas linhagens de células estaminais embrionárias a partir de 304 zigotos. Os investigadores ainda não têm ideia do que separa os sucessos dos fracassos.

A repetição dos resultados em humanos pode ser teoricamente possível mas vai requerer, provavelmente, o mesmo número de zigotos. Lanza considera esta situação inviável com a legislação actual em locais como a Califórnia e Massachusetts, que não permitem compensações aos doadores potenciais.

Lanza diz que teve que colocar anúncios em jornais e revistas ao longo do ano passado e apenas teve um dador. Ele espera que o sucesso em primatas possa convencer os legisladores a alterar as regras. "Sim, já conseguimos fazer funcionar em macacos agora deixem-nos tentar em humanos", diz Lanza.

Mitalipov diz que ainda é cedo de mais para ter esperança de sucesso na clonagem reprodutiva em macacos, o que fará em humanos, ainda mais porque a comunidade internacional é, de modo geral, contra essa situação no Homem.

Até agora, a receita de Mitalipov para criar as suas linhagens de células estaminais não funcionou na clonagem reprodutiva. Este Abril, a equipa tentou transferir 77 embriões para uma dúzia de mães de aluguer mas nenhum atingiu o 25º dia de gravidez.

Mitalipov diz que os primatas parecem ser mais difíceis de clonar do ponto de vista reprodutor que as outras espécies porque o ciclo do embrião clonado tem que estar perfeitamente sincronizado com o ciclo da mãe de aluguer. "Temos 30 a 40 animais, uma colónia relativamente grande, mas ainda assim as hipóteses de os encontrarmos na fase ideal é baixa." 

 

 

Saber mais:

Comunicado da Universidade do Oregon

Inovação resultante do trabalho de cientista caído em desgraça

Uma década depois de Dolly ...

 

Comentar

Busca Imprimir  

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2007


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com