2007-09-07

Subject: Mosquitos-tigre trazem doenças tropicais para a Europa

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, a Rede Simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

Mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta imensa rede!

 

Em destaque:

Mosquitos-tigre trazem doenças tropicais para a Europa

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

A chegada de um mosquito portador de doenças tropicais a Itália levou os peritos a temer que essas doenças se tornem endémicas na Europa.

As autoridades locais de Bolonha ordenaram a implementação de medidas de controlo de mosquitos em certas zonas da cidade para evitar a disseminação de uma doença viral do tipo gripe conhecida por Chikungunya. A doença é transportada pelo mosquito-tigre Aedes albopictus e vulgarmente existe em países africanos e asiáticos.

A Chikungunya atingiu duas aldeias, a cerca de 80 Km a leste de Bolonha, este Verão. Perto de 200 pessoas devem ter sido infectadas e uma morreu devido a complicações. O número de casos novos está agora a diminuir mas casos suspeitos estão agora a surgir na cidade.

O mosquito-tigre é um recém-chegado à Europa mas já chegou a Itália, França, Bélgica, Holanda e região dos Balcãs nas últimas décadas. Vive em zonas urbanas e alimenta-se essencialmente de sangue humano. As picadas são dolorosas mas, até agora, têm sido inofensivas.

Os peritos temem que o recente surto da doença possa levar a Chikungunya a tornar-se endémica nesta zona, ou, pior ainda, o ainda mais perigoso vírus dengue, que o mosquito-tigre também transporta.

O surto italiano começou no início de Julho mas primeiro foi erradamente considerado de simples gripe. As autoridades pensam agora que um turista de regresso da Índia tenha importado o vírus Chikungunya para a Itália, onde se espalhou entre a densa população de mosquitos-tigre.

Chikungunya significa 'aquele que nos dobra' em Makonde, uma dialecto local da Tanzânia e de Moçambique, e que descreve as dores nas articulações que acompanham as febres altas da doença. Em 2005, a doença afectou centenas de milhar de pessoas nas ilhas do Índico e posteriormente propagou-se através da Índia, onde já não era visto há décadas.

"Casos isolados de Chikungunya importada já ocorreram na Europa", diz Hervé Zeller, virulogista do Instituto Pasteur de Lion. "Mas esta é a primeira vez que a transmissão feita por mosquitos locais ocorreu aqui."

Os cientistas dizem que não sabem o suficiente ainda para dizer com certeza se a doença se irá espalhar a partir do norte de Itália para outros países europeus infestados com os mosquitos-tigre. 

 

"Não sabemos sequer porque motivo o vírus do Nilo se tornou endémico na América do norte e não na Europa, ainda que o vírus e o vector estejam presentes em ambos os continentes", diz Evelyn Depoortere, epidemiologista do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças em Estocolmo. "Precisamos de muito mais investigação sobre os factores ambientais que afectam a forma como os vírus transportados por insectos se propagam", diz Zeller.

Eles salientam que ainda que o surto actual esteja a diminuir, graças às eficazes medidas de controlo e ao baixar das temperaturas, pode voltar a ocorrer no próximo ano. Investigação recente em zonas tropicais mostrou que fêmeas infectadas de mosquito-tigre transmitem o vírus Chikungunya aos ovos e estes sobrevivem facilmente nos amenos Invernos mediterrânicos.

Funcionários da Organização Mundial de Saúde (OMS) em Genebra duvidam que seja possível irradicar os mosquitos. "Eles são muito persistentes", diz Michael Nathan, entomólogo da OMS. Itália e França já gastaram muito dinheiro a tentar, com nenhum resultado prático, diz ele. "Mas dado que não temos uma vacina ou medicamentos contra o vírus Chikungunya, a única opção que temos é um controlo eficiente dos mosquitos."

Em Bolonha, os médicos receberam instruções para ter especial cuidado no diagnóstico de doenças do tipo gripe. "Estamos a lutar para manter o Chikungunya fora do nosso território", explica um funcionário do poder local. 

 

 

Saber mais:

European Centre for Disease Prevention and Control

Revelada a ferocidade de vírus das ilhas do Índico

Maioria da malária afecta uns poucos azarados

Cientistas descobrem como a malária escapa ao sistema imunitário

Perguntas e respostas sobre o surto do vírus Marburg

 

Comentar

Busca Imprimir  

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2007


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com