2004-01-22

Subject: Primatas têm generosidade egoísta 

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Primatas têm generosidade egoísta 

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê o site Born to be Wild a conhecer a um amigo!!

 

Alguma vez deu parte da sua sobremesa a um amigo só para ele parar de o aborrecer com a pedinchice? Pois os chimpanzés e outros primatas também o fazem, e pelo mesmo motivo. 

A questão de porque os animais dão comida a outros tem sido polémica. Teorias anteriores sugeriam que os animais generosos poderiam beneficiar de uma simpatia semelhante noutra ocasião. Mas a teoria do "não me chateies" oferece uma explicação mais simples, explica Jeffrey Stevens, que desenvolveu o estudo na Universidade do Minnesota. Tanto o pedinchão como o generoso estão a agir no seu próprio interesse: o pedinchão ganha comida e o generoso é deixado em paz. 

Stevens colocou chimpanzés Pan troglodytes ou macacos-esquilo Saimiri boliviensis numa gaiola e forneceu-lhes uma refeição de fruta. Numa jaula adjacente estava um membro esfomeado da mesma espécie. 

Os primatas raramente passavam comida através das grades para o seu parceiro esfomeado ao lado, mas se as grades fossem abertas, permitindo ao animal com fome pedinchar, roubar ou lutar pela comida, a partilha passava a ser comum. 

É a mesma situação que observamos quando um pai compra um brinquedo a uma criança só para a calar, refere Stevens. É uma forma egoísta de acabar com os pedidos constantes. 

Estranhamente, os chimpanzés com fome pedinchavam aos seus vizinhos muito mais insistentemente quando a comida estava cortada em pedaços pequenos, o que parece reflectir o facto de que é mais provável o pedinchão obter um naco se não reduzir seriamente o pé-de-meia alimentar do generoso. 

Esta forma de "pedinchice estratégica" pode ajudar os pedinchões a ter sucesso por estabelecerem objectivos modestos. Stevens especula: é como dizer, posso comer 4 bolachas? OK, e que tal uma bolacha? o mesmo acontece com os pedintes de esquina, que apenas pedem aos passantes "uma moedinha". 

A teoria da pedinchice pode explicar muitos exemplos de "generosidade" humana, diz Stevens. Mas ao mesmo tempo permanece convencido de que somos capazes de genuína caridade. 

 

Outras Notícias:

Coelhos na ala da morte na Holanda

 

Os coelhos que vivem na zona da prisão holandesa de Overijssel na cidade de Zwolle, vão ser abatidos por caçadores contratados pelo município, após a obtenção de uma licença para o fazer. Os animais andam a roer fios de alarme e a escavar tocas através dos muros da cadeia.

Esta situação ocorre após tentativas de os capturar em jaulas e libertá-los noutro local terem falhado.

A prisão tem tido muitos problemas com os coelhos, têm roído os cabos telefónicos e cabos do sistema de alarme, por isso pedimos autorização para os matar, explica o porta-voz do município de Zwolle, Anton Cramer. 

Os coelhos são uma visão comum na zona em volta da cadeia, que aloja cerca de 400 reclusos. Apesar de não terem causado nenhum problema de segurança, devido à presença de sistemas de apoio, que entraram em funcionamento após a quebra do sistema principal, os estragos que causaram são dispendiosos de reparar, refere o director da cadeia Ton Golstein. 

São muito amigáveis e engraçados, mas o problema é que existem tantos que estamos sempre com problemas nos fios subterrâneos, conclui Golstein. 

Os habitantes locais opõem-se ao plano de abater os coelhos, e terão algumas semanas para apresentar a sua discordância junto da câmara municipal, antes deste ser colocado em prática. 

 

 

Saber mais:

SaveTheChimps.org

Genoma mostra as diferenças entre Homem e chimpanzé

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja receber o boletim Born to be Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com