2004-01-21

Subject: Bom ambiente é crucial para criação de galinhas 

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Bom ambiente é crucial para criação de galinhas 

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê o site Born to be Wild a conhecer a um amigo!!

 

Amontoar galinhas num espaço confinado pode não ser tão mau como se pode pensar. Os resultados de um estudo agora publicado, que revelam que a temperatura e a qualidade do ar têm maior impacto na mortalidade das galinhas que os alojamentos reduzidos, deverão ser utilizados pela industria de criação de aves para atacar os regulamentos propostos pela União Europeia para o bem-estar animal. No entanto, os defensores destes regulamentos acham que controlar a densidade de animais nas criações é a forma mais realista de melhorar o bem-estar das galinhas. 

Em todo o mundo, mais de 20 milhões de galinhas e frangos são mortos para consumo humano, por ano, e a industria enfrenta críticas crescentes em relação às condições em que as aves são mantidas. 

Os investigadores, liderados pelo estudioso do comportamento animal Marian Dawkins, da Universidade de Oxford, dizem que este estudo é a maior tentativa de lançar alguma luz sobre este debate carregado de emoções. O estudo teve a duração de 3 anos e foi financiado pelo governo do Reino Unido, tendo seguido 2,7 milhões de aves criadas em 10 aviários diferentes. 

As aves foram mantidas a densidades entre os 30 Kg/m2 - o máximo proposto num relatório de 2000 que é a base das novas directrizes comunitárias, a serem publicadas brevemente - e 46 Kg/m2. O bem-estar das aves foi avaliado por medições de mortalidade, níveis de hormona de stress corticosteróide nas fezes, facilidade de andamento e presença de lesões na pele nas patas. 

Apesar das galinhas criadas em condições menos espaçosas crescerem mais lentamente, o número de mortes, de aves consideradas pouco adequadas para abate ou com lesões nas patas não estavam directamente relacionados com a densidade de criação, descobriram os autores. No entanto, a mortalidade estava directamente relacionada com a humidade e a temperatura. As disparidades entre aves mantidas por diferentes produtores tiveram, de longe, um efeito maior na mortalidade que a densidade de criação. 

 

Os resultados mostram que apesar das densidades elevadas afectarem o bem-estar das galinhas, a densidade é, por si, menos importante que outros factores do ambiente em que vivem, refere Dawkins.

A associação britânica Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals (RSPCA) diz que o estudo não enfatiza os impactos adversos sobre os animais, para além da mortalidade. Caroline Le Sueur, porta-voz da RSPCA, refere que os resultados mostram que as aves criadas em densidades elevadas estão mais sujeitas a entrar em brigas e a caminhar irregularmente. O estudo devia ter-se debruçado mais sobre a "qualidade de vida" de animais mantidos em espaços confinados, sugere Le Sueur. Ficaríamos muito preocupados se a industria pensasse que podia manter estas densidades de criação. 

Defensores dos regulamentos da união referem que a densidade de criação é mais fácil de verificar por inspectores que os outros factores que tiveram uma correlação directa com a mortalidade das galinhas, como os níveis de amónia no ar respirado pelas aves. 

Os produtores avícolas da União acham que o estudo prova que a densidade não devia estar no centro dos regulamentos. Reconhecem que o bem-estar das galinhas é bom para o negócio, mas acrescentam que os produtores americanos não têm que se preocupar com regras sobre essa questão. 

 

 

 

Saber mais:

RSPCA Broiler Chicken Campaign

Liga Portuguesa dos Direitos do Animal

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja receber o boletim Born to be Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com