2004-01-18

Subject: Gorilas da montanha escapam à caça furtiva

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Gorilas da montanha escapam à caça furtiva

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê o site Born to be Wild a conhecer a um amigo!!

 

Um novo censo da população de gorilas dos parques nacionais de 3 países da África central mostra um surpreendente aumento do número de indivíduos, na ordem dos 17%, desde 1989, apesar da insegurança da região e da constante ameaça dos caçadores furtivos. 

Nos últimos anos tem havido um receio constante da potencial extinção dos gorilas da montanha e os peritos em vida selvagem consideram que o efectivo destes animais na zona ainda é criticamente reduzido, não ultrapassando algumas centenas. 

Uma cadeia vulcânica ao longo das fronteiras do Ruanda, Uganda e República Democrática do Congo é o lar de uma das últimas populações sobreviventes de gorilas da montanha.

Durante a década de conflitos na região, os gorilas foram presa fácil para os caçadores furtivos, fortemente armados. Para proteger os sobreviventes, os parques nacionais em 3 países iniciaram um dispendioso programa de protecção 24 sobre 24 horas. Agora os resultados deste censo populacional indicam que valeu a pena o esforço desenvolvido.

Após semanas a seguir os rastros dos gorilas através da floresta cerrada e íngremes ravinas, os conservacionistas descobriram que o efectivo de gorilas tinha aumentado em 17%, em relação ao último estudo, feito há 15 anos. 

No entanto, apesar dos resultados encorajadores, os gorilas de montanha permanecem criticamente ameaçados. O censo apenas encontrou 380 animais vivos. 

Os gorilas tornaram-se uma fonte vital de rendimento turístico na África central e os peritos em fauna selvagem continuam a alertar para a necessidade de os proteger contra a caça furtiva. 

 

Outras Notícias:

Contra a caça à baleia

 

Caros amigos, 

Acredito sinceramente que a minha proposta de visitar a Islândia pode ser uma importante forma de pressão para que este país termine de vez com a caça à baleia.

Por esse motivo, faço parte dos que, com o apoio da organização conservacionista Greenpeace, se comprometeram a considerar seriamente a possibilidade de visitar a Islândia, se, e quando, terminassem a caça à baleia.

Agora, venho pedir-vos, se ainda não o fizeram, que façam o mesmo. Apenas demora um minuto, basta clicar na ligação abaixo:

http://act.greenpeace.org/col/get?i=959&sk=is&la=en&r=398194

O nosso objectivo é demonstrar ao governo islandês quanto mais as baleias valem vivas do que mortas. A industria turística islandesa está do nosso lado nesta batalha, mas precisamos de ajuda para provar que o recomeço da caça comercial à baleia não só é uma importante perda económica mas também que será uma mancha na reputação de um país com um registo de acções em favor do ambiente.

Mais de 20000 pessoas já participaram nesta campanha, agora é a vossa vez!

 

 

Saber mais: 

Mountain Gorilla Protection Project

International Gorilla Conservation Programme

Great Apes Survival Project

Diane Fossey gorilla fund

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja receber o boletim Born to be Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com