2007-04-22

Subject: Fruta é melhor que comprimidos de vitamina C

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, a Rede Simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

Mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta imensa rede!

 

Em destaque:

Fruta é melhor que comprimidos de vitamina C

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

Se anda à procura de um antioxidante que mantenha o seu corpo jovem e saudável, novos estudos sugerem que faria bem melhor em comer laranjas do que tomar comprimidos de vitamina C.

Apesar de a vitamina C ser famosa pela protecção contra o escorbuto e, possivelmente, contra a constipação vulgar, os frutos ricos em vitamina C são também poderosos antioxidantes que protegem o DNA celular dos danos da oxidação. A carência nesses alimentos provoca danos no DNA bem antes do emblemático sangramento das gengivas ser visto.

Mas têm os comprimidos de vitamina C o mesmo efeito protector que a fruta? Serena Guarnieri e uma equipa de investigadores da Division of Human Nutrition da Universidade de Milão, concebeu uma experiência simples para descobrir.

A equipa testou voluntários dando-lhes um único copo de sumo de laranja, água com vitamina C ou água açucarada para beberem. Os que beberam o sumo de laranja e os da água enriquecida com vitamina C receberam, portanto, 150 miligramas de vitamina C, enquanto os da água açucarada nada. 

Foram recolhidas amostras de sangue dos voluntários 3 horas e 24 horas após a bebida. Sem surpresa, o nível de vitamina C no plasma subiram após a bebida de sumo e de água enriquecida.

As amostras sanguíneas foram seguidamente expostas a peróxido de hidrogénio, causador de danos ao DNA através da oxidação. Os danos eram significativamente menores nas amostras retiradas de voluntários que ingeriram sumo, tanto nas amostras colhidas 3 horas como nas colhidas 24 horas após a ingestão. Sem surpresa, a água açucarada não tinha efeito protector mas mais estranho era que também a água com vitamina C não o tinha.

 

Pelo menos um estudo, que estudou maiores quantidades de vitamina C, já mostrou a existência do efeito protector da vitamina C isoladamente mas o facto de não ficar demonstrado aqui indica que algo mais complexo se passa, diz Guarnieri. "Parece que a vitamina C não é o único químico responsável pela protecção antioxidante, há algo mais em acção."

"É uma observação muito importante", diz David Heber, director do Center for Human Nutrition da Universidade da Califórnia, Los Angeles. Sugere que as pessoas que estudam os efeitos das vitaminas devem ser cuidadosos na menção da sua fonte na dieta. "A vitamina C é fornecida através de um conjunto de frutos que têm muitas outras substâncias benéficas", diz ele, "e todas devem interagir umas com as outras."

Outros investigadores em nutrição sugerem que os açucares do sumo interagem com a vitamina C para gerar um efeito antioxidante mas Guarnieri suspeita que os fitoquímicos que se encontram nas laranjas (cianidina-3-glucósido, flavanonas e carotenóides) são substâncias que precisam de ser melhor estudadas. "Mas a forma como interagem entre eles ainda não se sabe." 

 

 

Saber mais:

Aspartame associado ao aumento do risco de cancro em ratos

Vitamina C funciona melhor no frio

Alarme perante o declínio do narval

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2007


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com