2007-04-15

Subject: Poluentes presentes no peixe associados a diabetes

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, a Rede Simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

Mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta imensa rede!

 

Em destaque:

Poluentes presentes no peixe associados a diabetes

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

Mais evidências foram dadas a conhecer sugerindo uma ligação entre os poluentes encontrados nos peixes gordurosos e a diabetes do tipo II.

Uma equipa internacional descobriu que níveis elevados de pesticidas orgânicos persistentes (POP) no sangue tinham uma correlação com a resistência à insulina, uma situação percursora da diabetes.

Os POP são acumulados no tecido gordo, motivo pelo qual, sugere o estudo, as pessoas obesas são mais vulneráveis à diabetes. No entanto, peritos consideram que o estudo publicado na revista Diabetes Care está longe de ser conclusivo.

Pacientes resistentes à hormona insulina não são capazes de remover o excesso de glicose do sangue, normalmente um passo importante para o estabelecimento da diabetes tipo II. Este novo estudo sugere, por isso, que os POP actuam de forma crucial nas primeiras etapas do desenvolvimento da diabetes.

Em 2005 investigadores suecos descobriram que pessoas expostas a altos níveis de POP tinham um risco acrescentado do desenvolver diabetes do tipo II. Descobriram que níveis elevados de resíduos POP estavam presentes em amostras de sangue de homens e mulheres com diabetes e não em pessoas normais.

Os autores do estudo actual, sediados na Universidade Nacional Kyungpook e na Universidade do Minnesota, também já se tinham apercebido em estudos anteriores de que a concentração de POP no sangue estava associada à existência de diabetes, pois pacientes com baixos níveis de POP tinham uma incidência inesperadamente baixa de diabetes.

Neste novo estudo, observaram uma interacção semelhante entre certos POP e a resistência à insulina, mesmo entre pacientes não diabéticos mas isso não confirma a ligação causal: é possível que a resistência à insulina possa reduzir a capacidade de uma pessoa remover os POP do seu organismo, explicando a associação.

O principal autor do estudo, Duk-Hee Lee considera que as evidências devem ser replicadas e desenvolvidas noutros estudos e apelou ao desenvolvimento de estudos moleculares que expliquem a ligação entre pesticidas e a resistência à insulina.

 

Matt Hunt, da Diabetes UK, comenta: "A resistência à insulina é observada frequentemente como um primeiro sinal de alerta para o surgimento da diabetes, logo tudo o que possa contribuir para o surgimento desta etapa é de muito interesse."

No entanto, ele considera que a investigação actual é muito complexa e ainda muito especulativa, não fornecendo um mecanismo através do qual os POP possam levar à resistência à insulina. "De momento não iríamos concluir que o aumento da obesidade é devido à utilização de pesticidas mas sim que se deve a dietas cada vez menos saudáveis e à falta de exercício."

Frankie Phillips, nutricionistas da British Dietetic Association comenta: "É um estudo muito interessante mas precisamos de mais detalhes antes de pudermos dizer algo conclusivo. Seria óptimo evitarmos a utilização de pesticidas onde possível, lavando a fruta e os vegetais, mas é ainda essencial reduzir a carga da obesidade na incidência da diabetes do tipo II.

Ela acrescenta os claros benefícios dos peixes gordurosos na alimentação, como a redução das doenças cardiovasculares, e recomenda a ingestão de uma refeição por semana.

Lee concorda: "Mesmo que os POP estejam relacionados de forma causal com a diabetes, é difícil para os indivíduos evitarem completamente os POP pois eles existem em numerosos alimentos. De momento, o melhor que podemos fazer é evitar a obesidade pois esta aumenta a toxicidade dos POP."

 

 

Saber mais:

Pollutants link to diabetes risk

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2007


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com